BERGAMOTA REFORÇA AS DEFESAS DO CORPO E PREVINE O ENVELHECIMENTO PRECOCE; VEJA MAIS BENEFÍCIOS

BERGAMOTA REFORÇA AS DEFESAS DO CORPO E PREVINE O ENVELHECIMENTO PRECOCE; VEJA MAIS BENEFÍCIOS

Fruta é rica em vitamina C, poderoso antioxidante 

Tangerina, mexerica, mimosa ou bergamota: independentemente do nome dado à frutinha cor de laranja e de aroma inconfundível, o que importa mesmo é a quantidade de nutrientes que ela guarda dentro da casca. Aproveitando a época de safra, em que os preços estão mais em conta, listamos alguns benefícios da fruta para a saúde.

Antioxidante

Rica em vitamina C, a fruta reforça as defesas do organismo, prevenindo gripes, resfriados e até anemia. Outra vantagem dessa vitamina é que ela tem grande poder antioxidante, ou seja, combate o envelhecimento precoce das células. Conforme a nutricionista Isabela Jaeger, uma unidade da variedade ponkan ou duas comuns têm 48,8mg de vitamina C, pouco mais da metade da recomendação diária, que é de 90mg.

Protege o sistema neurológico

De acordo com Isabela, a bergamota contém vitaminas do complexo B, que auxiliam na liberação de energia e mantêm o sistema nervoso saudável.

– Também é rica em vitamina A, indispensável para a saúde dos olhos e da pele, pois aumenta a resistência às infecções – ressalta a nutricionista.

Ajuda o intestino

Outro destaque é o teor de fibras do alimento. A bergamota deve ser ingerida com o bagaço para auxiliar no funcionamento do intestino.

Como consumir?

Com uma safra que vai de abril até setembro, a pedida é consumir a fruta in natura ou na forma de suco.

– A facilidade do descascamento e o aroma típico dessa fruta são os maiores atrativos para seu consumo – diz a nutricionista, que também afirma que os frutos podem servir de matéria-prima para produtos industrializados como sucos, óleos essenciais, pectina, bolos, geleias e caldas.

No dia a dia, a especialista recomenda a ingestão da bergamota nos lanches entre as principais refeições ou como sobremesa após o almoço, momento em que agrega mais benefícios:

– Ela auxilia na absorção do ferro presente no feijão e demais leguminosas, assim como nos folhosos verde-escuros.

Cuidado!
Diabéticos devem ficar atentos à quantidade de bergamota ingerida, pois ela contém frutose (açúcar natural das frutas). Indica-se para essas pessoas no máximo duas unidades por dia. Pessoas com gastrites, úlceras ou que estejam com feridas na boca ou esôfago devem evitem o alimento para evitar desconforto.

Foto: Rogério Fernandes / EMATER

Fonte: GAUCHAZH

Compartilhe este post