CLIMA FAVORECE PRODUÇÃO DE CAJU NO CEARÁ

CLIMA FAVORECE PRODUÇÃO DE CAJU NO CEARÁ

Os produtores de caju do Ceará finalmente tiveram um alívio. Após anos de seca e perdas no campo, as chuvas voltaram ao estado e favoreceram o desenvolvimento do fruto. “Esse ano choveu mais e a produção se recuperou. Se em 2018 continuar assim, vai favorecer um pouco mais”, explica Levi de Moura Barros, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa.

De acordo com o especialista, o Ceará passou entre quase cinco anos sem pluviosidade e, embora o volume de 2017 não tenha sido o normal, já foi uma boa melhora. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, março foi o mês mais chuvoso do ano em Fortaleza. Foram quase 500mm, sendo que a média histórica para o período é de 323mm.

De acordo com o especialista, um exemplo da melhora foi a queda no preço do caju. “Estima-se que a produção passou de 300 mil toneladas. Ainda está cedo para confirmar porque vamos produzir até dezembro, mas seguramente o valor passou de 100 mil toneladas”, finaliza Barros.

O meteorologista da Climatempo Alexandre Nascimento afirma que não há previsão de chuva no estado para dezembro. “As primeiras pancadas de chuva devem ocorrer a partir da segunda quinzena de janeiro, mas isso só deve acontecer no fim do mês. Depois disso, a chuva deve ficar dentro da normalidade”, diz Nascimento.  O meteorologista ainda afirma que, a princípio, as chuvas no Ceará devem ficar dentro da normalidade em 2018.

 

Lucas Majuski

 

Grupo Cultivar

Compartilhe este post