COM BAIXA DEMANDA E DISPONIBILIDADE ELEVADA, PREÇO DA PERA RECUA

COM BAIXA DEMANDA E DISPONIBILIDADE ELEVADA, PREÇO DA PERA RECUA

 A demanda por laranjas in natura segue reduzida, devido ao clima mais frio em São Paulo

 

A demanda por laranjas in natura segue reduzida, devido ao clima mais frio em São Paulo. Já a oferta de frutas da nova temporada (2019/20) permaneceu alta. Com isso, na parcial desta semana (de segunda a quinta-feira), a média de comercialização da variedade pera foi de R$ 18,20/cx de 40,8 kg, na árvore, recuo de 1% em relação à da semana anterior.

Para a lima ácida tahiti, a diminuição das atividades de campo, em decorrência das chuvas entre o fim da semana passada e o início desta, conteve o cenário de queda das cotações. Contudo, segundo produtores consultados pelo Cepea, os mercados interno e externo estão desaquecidos, ao mesmo tempo em que a oferta da variedade segue firme – fator que deve pressionar os valores da fruta nos próximos dias.

Nesse cenário, a média da tahiti no mercado nacional nesta semana é de R$ 13,79/cx de 27 kg, colhida, 10,7% superior à anterior.

 

Por: CEPEA/ESALQ

 

Compartilhe este post