CURSO SOBRE MONITORAMENTO FITOSSANITÁRIO NO MAMOEIRO COM O USO DE SOFTWARE INTEGRA PROGRAMAÇÃO DO 2º SIMPÓSIO POTIGUAR

CURSO SOBRE MONITORAMENTO FITOSSANITÁRIO NO MAMOEIRO COM O USO DE SOFTWARE INTEGRA PROGRAMAÇÃO DO 2º SIMPÓSIO POTIGUAR

Produtores de mamão, engenheiros-agrônomos, técnicos, docentes e estudantes de graduação e pós-graduação do Rio Grande do Norte têm a oportunidade de participar, nos dias 3 e 5 de setembro, de curso sobre monitoramento fitossanitário no mamoeiro com o uso de software. Promovido pela Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA) — Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento — em parceria com a Universidade Federal do Semi-árido (Ufersa) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o curso integra a programação do 2º Simpósio Potiguar, que vai acontecer na Ufersa, em Mossoró, e tem carga horária de 13 horas. As inscrições podem ser feitas até o primeiro dia do curso (3).

Cinco pesquisadores da Embrapa vão atuar como instrutores. No dia 3, serão abordados os temas: principais insetos e ácaros-praga do mamoeiro e seus inimigos naturais (Nilton F. Sanches), principais doenças fúngicas do mamoeiro (Hermes Peixoto); principais doenças causadas por vírus e similares (Paulo Meissner); e princípios, fundamentos e papel do inspetor de pragas no monitoramento (Hermes Peixoto). Por fim, haverá apresentação do software para auxílio no monitoramento de pragas da cultura do mamão (SIMPMamão) pelo analista Luciano Pontes. Já a manhã do dia 5 será dedicada à prática em campo, com o monitoramento das pragas e seus inimigos naturais e utilização do software.

A organização do curso está a cargo dos pesquisadores Fabiana Sasaki e Jaeveson da Silva, responsável pelo campo avançado da Embrapa Mandioca e Fruticultura no Extremo Nordeste, sediado na Ufersa.

Cenário
A cultura do mamoeiro tem sido prejudicada pelo ataque de diversas pragas. O atual sistema de produção da cultura do mamoeiro, em especial o manejo fitoassanitário, requer a utilização de grandes quantidades de agrotóxicos para o controle de pragas, acarretando no aumento de custos e na presença de resíduos nos frutos.

 

Neste cenário, a adoção de um manejo fitossanitário baseado no monitoramento de pragas e doenças apresenta potencial para a redução de custos e dos níveis de resíduos de agrotóxicos nos frutos, possibilitando a oferta de frutos de qualidade e a ampliação de mercados consumidores, gerando impactos positivos para a cadeia produtiva do mamão e contribuindo para a sustentabilidade da cultura.

 

Serviço
Evento: Curso Monitoramento fitossanitário no mamoeiro com o uso de software

Data: 3 e 5 de setembro

Horário: dia 3 (8h às 17h) / dia 5 (8h às 12h).

Inscrições no link https://www.sympla.com.br/2-simposio-potiguar-de-fruticultura__608902

Programação completa do minicurso aqui.

Compartilhe este post