DF: ACORDO ASSINADO NA CNA VAI PROMOVER A EXPORTAÇÃO DE FRUTAS BRASILEIRAS

DF: ACORDO ASSINADO NA CNA VAI PROMOVER A EXPORTAÇÃO DE FRUTAS BRASILEIRAS

Meta da Abrafrutas e da Apex-Brasil é alcançar US$ 1 bilhão em vendas para o exterior até o final 2019

Brasília/DF
O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, participou, na quinta (7), da assinatura do projeto setorial entre a Abrafrutas e a Apex-Brasil para a promoção de ações conjuntas com o objetivo de aumentar as exportações de frutas.

“É uma satisfação muito grande receber eventos dessa magnitude aqui dentro. Aqui é a casa do produtor e temos obrigação de apoiar todo trabalho sério e que tiver resultado em benefício do produtor”, declarou João Martins.

O objetivo do convênio, assinado na sede do Sistema CNA/Senar, é desenvolver um trabalho articulado entre a iniciativa privada e a agência para aumentar as exportações de frutas brasileiras. O acordo tem dois anos de duração.

A expectativa da Abrafrutas é que, com este projeto, as exportações de frutas brasileiras alcancem a marca recorde de US$ 1 bilhão até o final de 2019. Para esse ano, as vendas projetadas somam, aproximadamente, US$ 870 milhões.

“Com a ajuda da Apex poderemos participar de feiras e missões e visitar outros países. Um convênio como esse nos ajuda a fazer planejamento estratégico e se organizar melhor para estar nesses lugares”, afirmou o presidente da Abrafruras, Luiz Roberto Barcelos.

A iniciativa é considerada fundamental para o setor e vai criar condições mais favoráveis para que a fruticultura aproveite oportunidades no mercado internacional. “Há um potencial de expansão muito significativo”, afirmou o presidente da Apex-Brasil, Roberto Jaguaribe.

As ações incluem a participação na Feira Fruit Logística (Berlim), em 2018 e 2019; eventos para distribuidores de frutas na Europa,Oriente Médio e Ásia; missões prospectivas de negócios e defesa de interesses do setor.

A cerimônia também contou com a participação da superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra, do superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, do secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luis Eduardo Rangel, e do secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Luiz Ribeiro e Silva.

Fonte: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

 

Compartilhe este post