FRUTAS NATIVAS TRAZEM NOVAS FONTES NUTRICIONAIS PARA A DIETA

FRUTAS NATIVAS TRAZEM NOVAS FONTES NUTRICIONAIS PARA A DIETA

O Bem Estar desta segunda-feira (30) mergulhou no mundo das frutas nativas brasileiras. Viajamos pelo país para mostrar que dá para variar a fruteira.

 

O brasileiro não é muito fã de frutas, como mostra uma pesquisa do IBGE. Apenas 25% dos brasileiros consomem a quantidade de frutas e verduras recomendada pela Organização Mundial da Saúde.

O estudo também mostrou que apenas 10 frutas (laranja, banana, maçã, mamão, manga, melancia, tangerina, uva, abacaxi e açaí) correspondem a 91% do total de frutas consumidas pelos brasileiros. Dessas, apenas o abacaxi e o açaí são nativos no Brasil.

Veja lista das frutas nativas e a composição nutricional

O Bem Estar desta segunda-feira (30) mergulhou no mundo das frutas nativas brasileiras. Viajamos pelo país para mostrar que dá para variar a fruteira.

Uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente chamada Plantas para o Futuro identificou 70 plantas da nossa flora com potencial alimentício, medicinal e ambiental.

A nutricionista Raquel Santiago, convidada do programa desta segunda, falou da relevância desse projeto. Os brasileiros não consomem alimentos nativos porque não se deu importância para a domesticação dessas plantas. Os produtores apostam em frutas populares e aceitas pela população e os consumidores acabam comendo sempre as mesmas frutas. Frutas diferentes são encontradas apenas em feiras orgânicas e em determinados restaurantes.

Comer frutas nativas significa incorporar na dieta novas fontes nutricionais, como mostrou a consultora e pediatra Ana Escobar. Por exemplo, frutos como camu-camu, mangaba e cagaita contêm altas quantidades de vitamina C, enquanto o buriti, tucumã e pitanga são ricos em vitamina A.

 

Por G1, São Paulo

Compartilhe este post