PALESTRAS DO FUNDECITRUS ABORDAM IMPORTÂNCIA DO CONTROLE CONJUNTO DO GREENING EM EVENTO SOBRE A DOENÇA

PALESTRAS DO FUNDECITRUS ABORDAM IMPORTÂNCIA DO CONTROLE CONJUNTO DO GREENING EM EVENTO SOBRE A DOENÇA

O Fundecitrus participou do 10º Dia do HLB (huanglongbing/greening), no Centro de Citricultura Sylvio Moreira, em Cordeirópolis, nesta quinta-feira (15). As apresentações feitas pelos funcionários da instituição reforçaram a importância do controle conjunto e adoção de medidas rígidas para combater a doença.

A primeira apresentação foi feita pela coordenadora de comunicação Jaqueline Ribas, que abordou as ações da campanha de marketing #unidocontraogreening que tem como principal objetivo a mobilização da sociedade para o combate integrado da doença.

O pesquisador Renato Bassanezi falou sobre os impactos do greening na produção. Ele abordou os aspectos que influenciam na progressão dos sintomas da doença, na severidade e consequentemente nas perdas de produção. “Se os citricultores deixarem plantas doentes no campo, é certo que a produtividade dessas árvores vai cair e que há grandes chances de perderem a produção dos pomares”, enfatizou o pesquisador.

O pós-doutorando do Fundecitrus Juan Cifuentes Arena falou sobre a necessidade de controle do psilídeo de acordo com os picos de brotações. A bióloga Carolina Veiga, responsável pelo laboratório de Controle Biológico, fez apresentação sobre a criação da vespinha Tamarixia radiata e sua ação no combate ao psilídeo, inseto transmissor da doença, e sua importância para a sustentabilidade na citricultura.

Para encerrar o evento, o engenheiro agrônomo Guilherme Maniezo falou sobre as ações externas para o controle da doença. ­“Para agir do lado de fora das fazendas é preciso ter empatia e se colocar no lugar do outro. Dessa forma, você consegue desenvolver as ações e reduzir as fontes de contaminação em áreas em que não é feito o combate da doença”, conclui.

 

Fundecitrus

Compartilhe este post