RS: ABERTURA DA SAFRA DA BERGAMOTA PARECI É REALIZADA EM PARECI NOVO, DIZ EMATER/RS

RS: ABERTURA DA SAFRA DA BERGAMOTA PARECI É REALIZADA EM PARECI NOVO, DIZ EMATER/RS

Pareci Novo/RS

Como parte da programação prevista pela 3ª Festa da Cultura Alemã, o município de Pareci Novo realizou, na terça-feira (09), a primeira edição da abertura da safra de bergamota da variedade Pareci. O ato simbólico que formalizou o início da colheita foi realizado na propriedade da família Rocha, no sítio da agroindústria Novo Citrus, da localidade de Coqueiral. Na ocasião estiveram presentes autoridades, representantes da Emater/RS-Ascar e de outras entidades, agricultores e estudantes, entre outros.

A ideia de abrir a colheita da bergamota Pareci, registrada pela Embrapa, surgiu para valorizar a fruta cítrica que dá nome ao município nos moldes do que ocorre com as bergamotas Caí e Montenegrina, que são homenageadas em eventos semelhantes nos municípios de São Sebastião do Caí e Montenegro respectivamente. Para nós trata-se de uma oportunidade de divulgar as nossas potencialidades e reafirmar a importância do setor primário;, enfatizou o prefeito de Pareci Novo, Oregino José Francisco.

Com uma área plantada de, aproximadamente, 30 hectares no município, a expectativa é de colher cerca de mil toneladas da fruta no município. Com uma safra curta, posicionada entre o final do ciclo da Caí e o início da Montenegrina em agosto, a Pareci tem tido de destaque pela grande quantidade de suco e pelos frutos amarelos e doces. Não por acaso, pretendo duplicar a área plantada com esta variedade, atualmente em 500 pés, já no próximo ano, destaca o anfitrião, Willian Rocha.

Com um ciclo mais curto, a Pareci ainda não tem a expressividade de uma Montenegrina, por exemplo, que somente em Pareci Novo possui quase 600 hectares plantados. Mas, apesar de ser de ciclo curto, o fato de render entre 15 e 20 por cento a mais de suco por fruta acaba sendo um diferencial, salienta Rocha, que há mais de 20 anos mantém uma agroindústria para a produção de sucos, entre eles o de bergamota. Com um diferencial: todos eles são orgânicos.

Além de sucos de outros sabores, como laranja, abacaxi, manga e uva, Willian, a esposa Maria Helena e outros familiares trabalham com um mix diversificado de mais de 30 produtos, entre geleias, molhos de tomate, biomassa e mousse. Durante o evento a família fez um breve relato de sua história, que inicia nos anos 90, onde o casal era empregado da indústria no Polo Petroquímico, até chegar a atualidade, onde possuem destaque internacional na produção de frutas orgânicas. Para nós esta trajetória é motivo de orgulho, avalia Maria Helena.

Além da abertura oficial da safra, o evento contou ainda com plantio simbólico de pés de bergamota, feito por alunos de escolas locais e representantes de entidades, passeio pela propriedade, música e um café colonial com mais de dez variedades de produtos a base de citros. Entre as autoridades, além do prefeito, esteve presente o gerente adjunto da Emater/RS-Ascar, Carlos Lagemann, que saudou a família que quebrou paradigmas, retornando ao meio rural para produzir alimentos de qualidade.

Caminho do Coração

Como parte das ações realizadas durante a abertura da safra, produtores que integram o Circuito Caminho do Coração, que envolve propriedades de São José do Sul e de Pareci Novo, divulgaram a rota turística, que passa em frente ao sítio da Novo Citrus. No circuito, os visitantes podem apreciar belas paisagens, se conectar com a natureza, conhecer a cultura local e saborear a gastronomia típica.

Nossa intenção é valorizar cada vez mais o turismo, seja melhorando as estradas da região ou instalando placas com informações, enfatizou o prefeito.

3ª Festa da Cultura Alemã

Realizada de 05 de julho a 04 de agosto, a 3ª Festa da Cultura Alemã integra a comunidade por meio de uma série de ações e atividades realizadas no município que é conhecido como Capital das Flores, Mudas e Frutas. Além da Festa, realizado na Praça Miguel Arraes, sempre a partir das 9h, outras ações, como a abertura da safra de Flores e Mudas e da Bergamota Pareci, já ocorridas, além de confraternizações, espetáculos culturais, encontros de comunidades, baile da terceira idade, ciclo de palestras, entre outros, estão previstas na programação.

Fonte: Emater/RS

Compartilhe este post