RS: EMATER/RS-ASCAR REALIZA CURSO DE PROFISSIONALIZAÇÃO PARA VITICULTORES NA SERRA

RS: EMATER/RS-ASCAR REALIZA CURSO DE PROFISSIONALIZAÇÃO PARA VITICULTORES NA SERRA

Nova Petrópolis/RS

Nesta quinta e sexta-feira (15 e 16) teve início, no Centro de Treinamento de Agricultores de Nova Petrópolis (Cetanp), o primeiro módulo do Curso de Profissionalização de Viticultores, um curso piloto, inédito, promovido pela Emater/RS-Ascar, e que irá se estender ao longo do ano, em dez módulos (de março a dezembro). Participam 20 viticultores dos municípios de Monte Belo do Sul e Santa Tereza.

Durante o curso, extensionistas da Emater/RS-Ascar e especialistas convidados irão trabalhar assuntos relacionados à vitivinicultura, desde a implantação do vinhal até a elaboração de vinhos.

O engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Enio Todeschini, explica que os produtores participantes foram selecionados em função da idade, privilegiando os jovens, buscando um rendimento maior e um prolongamento do uso desses ensinamentos nas propriedades, já que eles serão os sucessores.

“Também considerou-se aqueles produtores que, principalmente na parte da fitotecnia, ou seja, no quesito de produção, estejam com sérios problemas identificados pelos extensionistas destes dois municípios”, ressalta Todeschini.

Este primeiro módulo é realizado no Cetanp para que os produtores possam sair um pouco do seu cotidiano, conversar e trocar ideias. Ele é ministrado pelos engenheiros agrônomos da Emater/RS-Ascar, Enio Todeschini e Antônio Conte, que vão tratar da implantação e renovação dos parreirais, fisiologia vegetal e tecnologia de aplicação, enfocando o comportamento das variedades de uvas aos tratamentos fitossanitários. Os demais módulos serão realizados em propriedades dos agricultores participantes nos dois municípios.

“A ideia é explicarmos a parte teórica e depois termos uns 70% do tempo no campo, com práticas, para que eles possam aprender fazendo”, explica Todeschini. De acordo com ele, já há outros municípios interessados em disponibilizar este curso para viticultores locais. “A expectativa é muito grande. Eu creio que os produtores vão se surpreender pelo conhecimento que terão nessas 60 horas de aula durante o ano”, conclui Todeschini.

Fonte: Emater/RS-Ascar

Compartilhe este post