RS: TECNOLOGIAS PARA A FRUTICULTURA SÃO ABORDADAS EM GUAPORÉ, DIZ EMATER/RS

RS: TECNOLOGIAS PARA A FRUTICULTURA SÃO ABORDADAS EM GUAPORÉ, DIZ EMATER/RS

Guaporé/RS
A Emater/RS-Ascar de Guaporé, com apoio das entidades que compõe o Conselho de Desenvolvimento Rural e empresas do setor agropecuário, promoveu, na última quarta-feira (27), um Dia de Campo sobre tecnologias para a fruticultura, na Linha Sexta, São Roque.

Pela manhã, os temas abordados foram implantação de pomares, tecnologia de cobertura de solo, cuidados com aplicação de agrotóxicos e cuidados e exames para a saúde do trabalhador. Para o extensionista da Emater/RS-Ascar, Tiago Figueredo a fruticultura tem alto rendimento, tem o melhor retorno financeiro por hectare, dessa forma é preciso incentivar o setor, ao mesmo tempo em que se deve estar atento às novas tecnologias disponíveis.

O engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Antônio Cesar Perin, falou sobre plantas de cobertura de solo: sua importância no controle da erosão e na melhoria da fertilidade dos solos. A representante da Secretaria da Saúde, Vanessa Foppa, alertou os agricultores sobre a necessidade de realizar o exame de colinesterase, com o objetivo de averiguar os índices de contaminação por agrotóxicos. Os exames devem ser periódicos para que a saúde do agricultor seja monitorada.

Nesse aspecto da proteção, empresas ligadas ao setor mostraram as tecnologias existentes para proteção nas aplicações dos defensivos, como equipamentos de proteção individual (EPIs), tecnologias de colheita de uva que diminuem a mão de obra, bem como de poda e amarração com máquinas específicas, além de mudas, substrato e tratamento de inverno.

Ainda pela manhã, o secretário da Agricultura e de Obras, Leo Pandolfo, expôs algumas estratégias da Secretaria para atender os aspectos de infraestrutura para ao meio rural.

À tarde, a campo, na propriedade da família Bresolin, os agricultores puderam conferir e esclarecer suas dúvidas sobre o sistema antigranizo, prática de utilização de telas que tem como objetivo prevenir eventuais danos ocasionados por granizos na frutificação e consequente produção dos pomares. A eficiência das telas antigranizo e seus efeitos na qualidade dos frutos foram abordados, bem como avaliou-se a viabilidade financeira.

Em seguida, o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, João Becker, demonstrou como se procede quanto a regulagem de pulverizadores em todos os aspectos fundamentais: bicos, limpeza, filtros, pressão de aplicação, etc. A eficiência das aplicações deixa muito a desejar em nossa região, e nem sempre o alvo da aplicação, que são os insetos, as doenças das plantas, são atacados.

E com o objetivo de aumentar os cuidados na armazenagem de agrotóxicos, o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Enio Todeschini explicou sobre o projeto de construção de um local adequado e seguro para esses produtos (depósito), que é uma exigência.

Fonte: Emater/RS

Compartilhe este post