SC: SELO DE CONFORMIDADE CIDASC SERÁ ENTREGUE A EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRODUÇÃO DE MAÇÃS

SC: SELO DE CONFORMIDADE CIDASC SERÁ ENTREGUE A EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRODUÇÃO DE MAÇÃS

São Joaquim/SC

A Divisão de Classificação do Departamento Estadual de Defesa Sanitária Vegetal da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) encerra o ano com mais uma entrega do Certificado de Concessão. A SerraFrutas Comércio e Logística será a sexta empresa a receber o Selo de Conformidade Cidasc (SCC) em 2017. A solenidade será realizada na próxima terça-feira (28), às 19h, na sede social da empresa, em São Joaquim.

Especializada na produção de maçãs e voltada para a agricultura familiar, a SerraFrutas iniciou no mercado em 2010 com uma capacidade de trabalho de aproximadamente 6 mil toneladas de fruta. A empresa aumentou a capacidade para 25 mil toneladas de armazenagem e de trabalho anual para 35 mil toneladas.

O processo de seleção conta com uma estrutura planejada e produtos de qualidade, estando apta a atender atacadistas e varejistas de todo o território nacional. Agora, a SerraFrutas ganha ainda mais confiança dos consumidores ao receber a certificação que regulamenta o processo de transformação e produção de alimentos em Santa Catarina.

Neste ano, já foram certificadas a Cerealista Grão em Grão, que atua no segmento de grãos; a Alhos Kaluke, que trabalha na fabricação de alimentos a base de alho in natura, como temperos, molhos e cremes para torradas; a indústria de Polvilho Finardi, que atua no seguimento de farinha de mandioca; a Ervateira Seleme, que se dedica ao processamento de erva-mate; e a Perboni e Perboni, especializada no processamento de maçã, ameixa e pera no estado.

 

Selo de Conformidade Cidasc

 

Desenvolvido pela equipe técnica da Divisão de Classificação de Produtos de Origem Vegetal  (Dicla) do Departamento Estadual de Defesa Sanitária Vegetal da Cidasc, o SCC presta suporte às indústrias que se dedicam à produção, processamento e comercialização de produtos de origem vegetal, visando a oferta de alimentos mais seguros aos consumidores e fortalecendo as marcas catarinenses.

De acordo com a gestora estadual da Dicla, Valdirene Régia Bizolo Sommer, o processo de adequação leva, em média, um ano. Por meio de visitas técnicas, os profissionais da Cidasc identificam irregularidades no processo de fabricação e atuam em conjunto com as indústrias para adequá-las às normas vigentes.

O selo precisa ser renovado de seis em seis meses, por meio da realização de uma nova auditoria na empresa que identificará oportunidades de melhoria na produção.

Para participar ou solicitar mais informações

 

Você pode entrar em contato com a Divisão de Classificação Vegetal da Cidasc pelo telefone (48) 3665-7081. Também é possível conhecer melhor as etapas da certificação no site da companhia.

Fonte: Governo de Santa Catarina

Compartilhe este post