SP: MERCADO DA MAÇÃ FUJI SEGUE TRAVADO, DIZ CEPEA

SP: MERCADO DA MAÇÃ FUJI SEGUE TRAVADO, DIZ CEPEA

Piracicaba/SP
Os negócios de maçã fuji estão em ritmo lento, de acordo com pesquisadores do Hortifruti/Cepea. Para produtores e atacadistas, uma das razões para a baixa liquidez é a menor demanda pela fruta nos pontos finais de venda, como o varejo, o que impede que os demais elos da cadeia de comercialização escoem as maçãs com maior agilidade.

Outro motivo é a elevada concorrência com frutas da época, como caqui e poncã. Além disso, houve dificuldade no envio das frutas no início da semana passada, principalmente para o Rio de Janeiro, já que o excesso de chuvas prejudicou o escoamento.

Nesse contexto, a cotação média da fuji graúda Cat 1 teve média de R$ 64,50/cx de 18 kg na semana passada, 5% inferior à do período anterior na região de São Joaquim (SC).

Fonte: Cepea

Compartilhe este post